4 de abril, 2018

Experiência com propósito na prática

Neste vídeo eu visitei a loja de rua da Euzaria, moda consciente.

Aqui eu mostro o processo de compra da marca que acho bem bacana, afinal, não adianta ter um propósito, tem que viver e agir de acordo com ele, concorda?

Dá uma olhadinha como é o atendimento por lá como eles incluíram ações bem bacanas que a todo momento lembram o Cliente de fazer o bem pro mundo.

Leia mais

compartilhar:

4 de abril, 2018

Frutas, legumes e verduras serviço especializado nos supermercados

Depois do Wholefoods market, agora começa a aparecer em vários supermercados a figura do “produce butcher”. A palavra que era usada para açougueiro, agora também significa que aquele estabelecimento tem um especialista para selecionar, fracionar, cortar e preparar frutas, legumes e verduras (FLV) de acordo com a necessidade de cada Cliente. Mais um serviço sendo oferecido por algumas lojas.
Agora, além de pedir para cortar o pedaço de carne e tratar o peixe do jeito que você gosta, é possível fazer o mesmo com frutas, legumes e verduras. Esse movimento é visto como algo para combater supermercados online com serviços de entrega como Amazon fresh e Blue Apron que já vende a receita toda preparada para você apenas cozinhar em casa. O nome dessa tendência lá fora? in-store “produce butcher”. Resumindo: Em um setor específico, você pode pedir para um especialista do estabelecimento cortar e preparar os legumes e verduras do jeito que você gosta e levar para casa. O Cliente pode levar seus produtos para casa ralados, cortados, em cubos etc.

Leia mais

compartilhar:

4 de abril, 2018

Quando treinar?

Há um tempo atrás participei de um evento e uma palestra me chamou atenção. Nela, o Marc Rosemberg falava que o melhor treinamento, às vezes, é não treinar. Ao final saí de lá convencido por seus argumentos.
Você que me acompanha sabe o quanto defendo treinamento e sua importância, mas o que ele quer dizer é que nem sempre treinamento é a solução. Muitas vezes o problema está na Cultura da empresa, na liderança que não inspira, que não é exemplo das coisas boas que exige ou ainda nos processos das tarefas que dificultam a vida de todos etc.
Ele também disse que se um treinamento de 2 horas é bom, não quer dizer que você tenha que dobrar a carga horária para ele ser ainda melhor.
Quando falamos em treinamento é muito importante saber: 1. Quando realmente precisamos treinar; 2. Quem precisa ser treinado; 3. Sobre o que vai ser o treinamento; 4. Como vai ser o treinamento; 5. Qual o objetivo do treinamento (O que precisa ser transformado).
E aí, o que você acha? #fredemfrases

Leia mais

compartilhar: